encontro de

 

//////////

corpos:

/////////

reconhecer

/////////

co-resistir

CORES: arte, gênero e diversidade surge em 2016 a partir de uma necessidade nossa, integrantes da Karma Cia. de Teatro, em discutir questões de gênero e sexualidade na cidade de Itajaí, pesquisa iniciada em 2015 com a estreia do espetáculo Berlim: dois corpos à procura. Além do desejo pessoal, víamos uma urgência em âmbito nacional de colocar este assunto em pauta.

Com foco na produção artística e pensamento estético voltado à causa comunidade LGBTQ+, agora em 2018, a Karma Cia. de Teatro decide ampliar essa discussão para violência de gênero e diversidades, em suas mais variadas cores, formas e modos de existir. Entendemos que a virada do ano de 2018 para 2019 implica mudanças significativas, um estado de alerta e cada vez mais de resistência.

 

Nesta perspectiva, o intuito é continuar fazendo deste espaço um lugar aberto de diálogo entre artistas dos mais variados segmentos e a comunidade, possibilitando que os corpos ameaçados se encontrem, se reconheçam, se expressem, existam e CO(RESISTAM).

PROGRAMAÇÃO:

 

14 de dezembro – sexta-feira

 

19h30 – @ Itajaí Criativa Residência Artística

 

Abertura do evento com a exposição Orgasmo Bege // Sarah Uriarte

Classificação Etária: 14 anos

Sinopse: Orgasmo bege é a reapresentação de um trabalho de 2013, que surge enquanto exercício na graduação em fotografia. O ponto de partida é a investigação da linguagem fotográfica a partir de aspectos técnicos como a pouca saturação, o baixo contraste e o autorretrato, e poéticos como a necessidade de estabelecer uma relação íntima com a câmera. Pensado especificamente para o registro, Orgasmo bege não pretende ser uma performance com audiência presente no momento da execução, e sim que a câmera atue como um dispositivo capaz de adentrar os espaços privados mais íntimos como o banheiro, o corpo e as relações com sexualidade, e levá-los ao espaço público, discutindo o uso da fotografia em nossas vidas cotidianas. Assim, a câmera passa a me acompanhar em diferentes espaços e a ser propulsora de questionamentos e tensões entre a fotografia e a performance, os espaços públicos e privados, os corpos públicos e privados. Uma tentativa de criar intimidades: com a câmera e a linguagem fotográfica em si, e com meu próprio corpo e seus processos.

 

 

 

 

20h30 - @ Itajaí Criativa Residência Artística

Espetáculo Berlim: dois corpos à procura  // Karma Cia. de Teatro

Classificação Etária: 14 anos

Sinopse: Dois corpos à procura de um lugar. Na busca pela felicidade sufocada por entre muros, paredes que aprisionam ou ruas de Berlim. Dois corpos à procura de aceitação. Viver a tragédia diária de ser o que é. Falar, gritar. Fugir. Dois corpos desejados. Dois corpos desejantes. Chegar a Berlim e dançar o inevitável jeito de ser. O que você quer de Berlim?

 

 

 

 

 

 

 

15 de dezembro – sábado

 

11h - @ Casa da Cultura Dide Brandão

Espetáculo Cartografia do Assédio // Karma Cia. de Teatro

Classificação Etária: 14 anos

Sinopse: “Cartografia do Assédio” investiga a presença do corpo feminino no território urbano, a partir da posse masculina - e machista - do território público. A construção do ato performático surge de um método documental, baseado na coleta de depoimentos espontâneos de mulheres que transitam pela Rua Hercílio Luz, principal via de comércio da cidade de Itajaí/SC. Esse procedimento resultou num mapeamento de violências cotidianas, vividas por aquelas presenças femininas no espaço compartilhado da cidade. As falas dessas mulheres diversas, além da experiência pessoal da performer, dão sentido a uma dramaturgia em performance, composta por fragmentos de vozes, narrativas de memórias e representações visuais, que compõem um percurso urbano cartografado.

 

 

 

 

 

14h30 - @ Itajaí Criativa Residência Artística

Performance Manobra de Heimlich // Osmar Domingos

 

Classificação Etária: 14 anos

Sinopse: Manobra de Heimlich é um procedimento pré-hospitalar usado para desobstruir vias aéreas de vítimas de engasgamento. Essa versão em performance da manobra é uma tentativa, por meio de fragmentos que colocam em diálogo violência e afeto, de desengasgar o fato de que para que a agressão cesse é preciso que sejamos vistos não como objetos que causam mal à famílias, mas como frutos e agentes das nossas próprias famílias, como sujeitos com história, memória, desejos, frustrações. Se a palavra empatia já é tida como específica de um vocabulário comunista, é preciso que se diga de outra forma: está na outra de abrir os olhos, olhar para si, olhar em volta, para o outro, que não é outra coisa senão um eu separado, um eu dele, e ver o mundo como ele é.

 

Importante: é solicitado que os presentes na performance tenham nos celulares o aplicativo “sounds: pronunciation app free” da empresa Springer Nature Limited.

 

 

 

 

 

17h - @ Itajaí Criativa Residência Artística

Diálogos Insurgentes

 

Classificação Etária: 14 anos

Sinopse:  Espaço de diálogo entre artistas e comunidade a partir de elementos disparadores que norteiam seus processos de criação. Participação de Pietra Garcia, Sarah Uriarte, Leandro Cardoso, Mauro Filho e Osmar Domingos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

20h - @ Itajaí Criativa Residência Artística

Mexe comigo que eu não danço só. Mix da resistência // 

Hedra Rockenbach

 

Classificação Etária: 14 anos

Sinopse:  No fim do evento Hedra Rockenbach coloca todo mundo pra dançar, um mix de resistência, luta e celebração aos corpos. 

 

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
    Karma Cia. de Teatro, Itajaí, SC, Brasil - karmaciadeteatro@gmail.com| +55 47 997178114 |+55 47 999209593